Categoria

Notícias

Categoria

O deputado Marcio Pacheco (PDT) usou na terça-feira (16) a tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para denunciar o aumento abusivo da tarifa de água da Sanepar. O reajuste aprovado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar) é de 12,35%, conforme pedido pela Sanepar.

O valor está bem acima do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de maio de 2018 a abril de 2019, que foi de 4,3%. “Esse aumento concedido pela Agepar é vergonhoso e abusivo e vai impactar na conta de todos os paranaenses, em especial entre as famílias carentes”, afirma Pacheco.

Para ele, não há nada que se justifique mais esse arrocho no bolso do consumidor paranaense. O parlamentar ressaltou que os valores repassados aos acionistas da Companhia vem atingindo lucros extraordinários. Em 2010, por exemplo, os acionistas receberam R$ 37 milhões. Em 2016, foram distribuídos R$ 293 milhões.

“Quem a Sanepar está priorizando? Os Acionistas? Os consumidores paranaenses?”, questiona Pacheco. Para ele, a política tarifária é um grande erro da Companhia, que tem concedido reajustes bem acima da inflação. “Isso demonstra um desrespeito para com os consumidores”, diz.

De 2011 a 2017, a correção da tarifa de água e esgoto foi de 132% contra uma inflação de 52% no mesmo período. O reajuste aprovado na última segunda-feira (15) pelo Conselho da Agepar faz parte da política de revisão tarifária aprovada em 2017.

Na época, a Agência Reguladora do Paraná aprovou a revisão tarifária de 25,63%, índice que seria diluído por um período de oito anos. Porém, a Sanepar quer antecipá-la por até três anos. A data na qual o novo reajuste entrará em vigor depende da homologação da Agepar.

 

PROJETO

 

Para evitar os reajustes da tarifa de água e esgoto acima do índice de inflação, constantemente praticados pela Sanepar, o deputado Marcio Pacheco pretende reapresentar o projeto de lei 119/2917, que estabelece que a Assembleia Legislativa do Paraná deve autorizar o aumento. A proposta, que tem a coautoria do deputado Tercilio Turini, é uma forma de envolver a população na discussão e conter as iniciativas de aumentar as faturas com percentuais definidos exclusivamente pela Sanepar.

 

 

 

 

 

 

 

Seguem abaixo as principais atividades do Deputado Marcio Pacheco no mês de MARÇO: https://marciopacheco.net.br/pacheco_e_outros_deputados_apoiam_investigacoes_pedagio/?fbclid=IwAR0DhCi5nFFtv6rDDKSz2atrvI-6t5aQQ2qw2lm-dsFC4_De9JllV4yYxsw ROUBALHEIRA DAS CONCESSIONÁRIAS DE PEDÁGIO:…