Tag

presidente

Exibindo

Reunião contou com a presença do Presidente Nacional do PDT, Carlos Lupi

O deputado Marcio Pacheco foi recebido na tarde de hoje (14) pela cúpula nacional e estadual do PDT para oficializar sua filiação ao PDT (Partido Democrático Trabalhista). O presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, fez questão de vir a Curitiba para prestigiar esse momento que marca oficialmente o ingresso do parlamentar ao PDT e abonar pessoalmente a sua ficha de filiação. Pacheco deixa o PPL (Partido Pátria Livre) depois de sete anos na sigla.
A cerimônia ocorreu na sede do partido e contou também com as presenças do presidente estadual do PDT, André Menegotto, do Deputado Federal Gustavo Fruet e dos Deputados Estaduais Goura e Nelson Luersen, além de diversas outras lideranças da legenda no Estado, dentre elas Nelton Friedrich.
O ingresso de Pacheco ao PDT abre novas oportunidades para o Parlamentar. “Aceitei a um convite dos Presidentes dos diretórios nacional, estadual e municipal e fui recebido com muito respeito e prestígio. Agora sou um soldado do partido e vamos trabalhar em favor da reestruturação do PDT na Região Oeste e também em todo o Estado”, frisa Pacheco.
Ele lembra que o PDT tem uma longa história de luta em favor da democracia e do povo brasileiro. “No Paraná, o partido tem muita força política e eu ingresso no PDT mantendo-me fiel às bandeiras que sempre defendi, como a defesa dos valores da vida e da família”, diz.
De acordo com a direção estadual, a filiação de Pacheco faz parte do projeto de reestruturação partidária, cujo modelo de gestão será mais democrático, transparente e participativo. De acordo com Menegotto, o deputado terá um papel fundamental nesse novo momento do Partido no Paraná e no Brasil.
Pacheco recebeu dos líderes pedetistas autonomia plena dentro da legenda, sobretudo em Cascavel e em toda a nossa região Oeste, para fazer as mudanças necessárias visando oxigenar a sigla, que começa a se organizar para as eleições de 2020 em todo o Brasil.
Na Assembleia Legislativa, a bancada do PDT soma agora três deputados: Marcio Pacheco, Nelson Luersen e Goura. Como já era de conhecimento de todos, o deputado vinha articulando, desde o fim de 2018, a sua saída do PPL, que não atingiu o índice mínimo de votos válidos nem elegeu o número suficientes de deputados federais nas eleições gerais de outubro daquele ano.
Outro motivo de sua saída foi a incorporação do PPL com o PCdoB.

André Menegotto, Deputado Marcio Pacheco, Carlos Lupi, Deputado Federal Gustavo Fruet e os deputados Nelson Luersen e Goura

 

Com as participações do pré-candidato a Presidente da República, João Goulart Filho e os pré-candidatos ao governo do Estado, Osmar Dias (PDT) e Ratinho Júnior (PSD), o PPL (Partido Pátria Livre) realizou no último sábado (19) na Univel, em Cascavel, encontro estadual para divulgar os pré-candidatos do partido para deputado federal e deputado estadual nas eleições 2018. O presidente estadual do PPL, deputado Marcio Pacheco, classifica o evento com um sucesso.

“Sem dúvida, saímos desse encontro estadual com o sentimento de dever cumprido e muito mais fortes para as eleições deste ano com os nossos pré-candidatos que irão enfrentar as urnas neste ano”, afirma Pacheco, que cumpre o seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa do Paraná.

Para ele, o evento foi um momento de congratulação e de fortalecimento da união do partido, que começa a se organizar para estruturar as chapas proporcionais para deputados estaduais e federais, bem como discutir sobre as pré-candidaturas a governo e senado.

Pacheco não tem dúvida que os militantes e os pré-candidatos do PPL saíram “fortalecidos e renovados em esperança de que é possível fazer uma política diferente e um Brasil melhor com propostas sólidas”.

Por fim, o líder do PPL agradeceu a presença do pré-candidato à Presidência da República, João Goulart Filho e também dos pré-candidatos a governador Osmar Dias e Ratinho Junior, assim como os pré-candidatos a deputado federal e estadual e das centenas de lideranças que vieram de todo Estado para prestigiar o evento, que reuniu mais de 150 pessoas de diversas regiões do Estado.

João Goulart Filho

Após a apresentação do deputado Pacheco, o primeiro discurso foi feito pelo pré-candidato a Presidente da República pelo PPL, João Goulart Filho, que é filho do ex-presidente João Goulart desposto pelo golpe militar em 1964.João Goulart Filho disputa pela primeira vez à Presidência da República.

Durante o seu discurso inflamado aos militantes, ele tratou desde os caminhos para o fortalecimento da economia, o processo de privatização até o atual momento político nacional. “Vivemos um momento de grave crise política, econômica e moral, onde o País sofre com a miséria, a desindustrialização, a devastação dos serviços públicos, a insegurança pública e o mais lastimável espetáculo de decadência moral”, afirma.

Ele conclamou a militância do PPL para “servirem de mensageiros das mudanças que o País precisa”. O pré-candidato à Presidência também fez sérias críticas ao sistema de pagamento da dívida pública, a qual, segundo ele, consome bilhões de reais mensais só para atender aos interesses do sistema financeiro.

Por fim, João Goulart Filho agradeceu ao PPL por ter aberto, no ano passado, as portas depois que deixou o PDT, onde estava filiado há 37 anos. “O programa do Partido Pátria Livre me trouxe a esperança de lutar pelas reformas e pelo legado do meu pai quando era presidente da República”.

Osmar Dias

O pré-candidato ao governo do Estado, Osmar Dias, foi o segundo convidado a discursar. Durante a sua fala, o líder do PDT voltou a reafirmar que é “candidatíssimo” ao governo e se posicionou como oposição as duas pré-candidaturas da atual governadora Cida Borghetti (PP) e Ratinho Junior.

Para Osmar Dias, as pré-candidaturas de Cida e Ratinho representam a continuidade do governo Beto Richa, mergulhado em escândalos de corrupção.

Osmar dias. O pedetista pediu apoio do PPL para o arco de alianças que o PDT está construído em torno da sua pré-candidatura a governador.

“Eu quero ter apoio do PPL, que espelha a política moderna e joga na lata de lixo esse modelo vigente, o qual se baseia no loteamento do Estado. Por isso, eu digo para quem quer me apoiar não venha me pedir para lotear o governo”, avisou.

Osmar Dias agradeceu ao convite do deputado Pacheco e elogiou a iniciativa do líder do PPL. “O deputado Pacheco é um nome limpo para voos mais altos na política, pois tem muito futuro. Se fosse para escolher um perfil de deputado na Assembleia Legislativa, esse perfil é do Marcio Pacheco”, finalizou.

Ratinho Junior

O terceiro convidado a discursar foi o pré-candidato ao governo Ratinho Junior, que também agradeceu ao convite do deputado Pacheco e pediu apoio do PPL em sua caminhada ao Palácio do Iguaçu. Em seu discurso curto, Ratinho Junior enfatizou a necessidade de romper com o atual sistema político, o qual, segundo ele, está falido.

Ele também reafirmou como sua principal bandeira a diminuição do Estado. “Quanto melhor o Estado se meter na vida das pessoas, melhor”. A pré-candidata Cida Borghetti desistiu de participar do evento, alegando mau tempo para seguir viagem de avião de Curitiba para Cascavel.