Tag

fornecedor

Exibindo

Semana do Consumidor | Cliente consciente e sabedor de seus direitos 

No próximo dia 15, sexta-feira, é comemorado do o Dia do Consumidor. A data coloca na pauta da semana os direitos dos consumidores de produtos e serviços não só no Brasil – a data é celebrada mundialmente 

Há quem diga que reclamar é um exercício diário do brasileiro, aqui no Paraná não seria diferente. E que tal reclamar sem ser da boca pra fora, tendo como propósito a solução de um problema real? Exigir o desenlace de uma situação inconveniente ou defeito em um produto é uma direito previsto em lei e o Dia do Consumidor vem para rememorar a perpétua máxima do “o cliente tem sempre a razão”.

Faça o download do Código de Defesa do Consumidor

A relação entre o consumidor e fornecedor (seja de algum produto ou serviço) é envolta por uma série de elementos desde a campanha de marketing, passando pela necessidade do consumidor final e, claro, a satisfação de ambas as partes depende do respeitos aos direitos e o cumprimento de deveres. Um exemplo simples, mas que conta com a empatia de grande parcela da população, é o relacionamento com empresas de telecomunicação e lojas virtuais. Segundo uma plataforma de reclamações que abrange todo o País, o site Reclame Aqui, no último ano as cinco primeiras colocações no ranking de mais reclamados estão companhias telefônicas e lojas on line. São os reflexos da chamada ‘internet das coisas’, uma evolução comercial que agiliza para o cliente e possibilita o fornecedor a buscar clientes internet à fora. 

Para o Presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, o deputado Marcio Pacheco (PDT), a data é fundamental para que o consumidor tenha ciência de seu protagonismo nas relações comerciais. “É de fundamental importância difundir e defender os direitos dos que impulsionam a economia do nosso Estado”. Ainda, segundo o parlamentar, um consumidor mais consciente de seus direitos é capaz de estar mais atento a inconformidades, inclusive, nos serviços públicos onde ele também é um consumidor. “Os órgãos públicos têm como dever atender o contribuinte com qualidade e garantir um ótimo atendimento. Ou seja, os paranaenses podem e devem estar atentos aos serviços prestados por órgãos estatais ou empresas concessionárias de serviços públicos”, alertou. 

Na legislatura passada, Pacheco integrou a “Frente Parlamentar Contra a Prorrogação dos Contratos de Pedágio no Paraná”. Essa frente parlamentar trabalhou incessantemente pelo execução das obras previstas nos contratos de concessão, assim como buscou a redução das tarifas e a realização de uma nova licitação objetivando tarifas com valores justos e condizentes com a realidade de outros estados brasileiros. Pacheco também denunciou o superfaturamento de tarifas.

Atuante na defesa dos direitos dos paranaenses, Pacheco propôs a criação de mecanismos que impusessem que as empresas de telefonia fixa, internet, celular e tv a cabo mantenham escritórios físicos com equipe para atendimento à população em municípios do nosso Estado. A proposta foi aprovada no plenário da ALEP e está vigente  como a Lei 18.909/16.

Procon-PR 

São 62 unidades municipais do Procon no Paraná. Eles atendem os municípios sede e suas respectivas regiões. Mas o contato com o Procon-PR pode ser ainda mais ágil através do telefone 0800-41-1512 ou com a utilização do app “Agora é Lei no Paraná”. 

Você pode baixar o app clicando nos ícones abaixo:

Você também pode acessar o Consumidor.gov.br, uma plataforma onde você se manifesta e as empresas respondem. Nesse site tudo é monitorado por todos.